quinta-feira, julho 18, 2024
spot_img
More

    últimos posts

    Whindersson Nunes faz carta aberta sobre a perda de Jéssica

    Relato comovente do famoso comediante sobre a dor da perda

    Whindersson Nunes gravou um vídeo para expressar seus sentimentos em uma carta aberta sobre a trágica morte de Jéssica Vitoria Dias Canedo, uma jovem que faleceu após ter sido associada ao humorista.

    O trágico evento ocorreu na última sexta-feira (22), quando Jéssica, com apenas 22 anos, foi encontrada sem vida em Araguari, no Triângulo Mineiro, a uma distância de 567 quilômetros de Belo Horizonte (MG).

    Confira: Por que Bolsonaro se tornou inelegível? Entenda o caso

    “Uma página de fofoca, uma outra página de fofoca, mandou mensagem pra mim: “Olha, tô mandando uns prints de uma conversa sua, mas a gente não vai postar, porque não parece ser você nas conversas. Você quer que eu mande pra você?”. Eu falei: “Mande, mas quem é a pessoa?” [e falaram]: “É a Jéssica”. A Jéssica, como se eu conhecesse alguma Jéssica. Então, eu já sabia que não era eu… Bom que me falou, que pelo menos não é todo mundo que tá vendido até o inferno. Fui dormir e quando eu acordei, já tinham postado numa página. Eu tava fora do país, tava de férias, e de primeira impressão, o que eu pensei? Sempre acontece isso comigo, as pessoas sempre detonam a menina. Então, o que eu faço pra minimizar? Eu não falo nada, porque eu conheço como são as pessoas. Muitas delas são cruéis…Não conhecia a Jéssica, não sabia quem ela era, nunca tinha visto ela na minha vida. Não sabia se ela tava participando ou não, mas também não acusei. Então, quando eu vi a notícia, já voltei e disse que não conhecia ela, que essa era uma conversa fake, já pra desmentir e deixei quieto, porque eu deixo tudo quieto. Se eu fosse falar qualquer coisa que passei com mulher na minha vida, como eu sei que as pessoas são cruéis, eu sei que elas vão detonar a pessoa. Então, eu prefiro engolir”, disse em um trecho.
    “Prefiro ser o cara que não defendeu na hora que eu tinha que defender. Eu prefiro ser o cara que abandonou a esposa porque perdeu um filho, e aparentemente, se não me der um filho, parece que eu não amo a pessoa. Essas são coisas que leio, que eu sou narcisista, que isso, que aquilo, mas prefiro não falar um A. Sei que se eu falar um A, as pessoas vão fazer da vida das outras pessoas, que já estão vivendo sua vida, um inferno e eu não quero isso… Jamais incentivaria ninguém a tirar a própria vida”, continuou.

    Nunes contou que havia decidido gravar um vídeo em seu retorno ao Brasil para acabar com a fake news, mas poucos dias depois soube da morte da jovem: “Eu pensei: “meu Deus do céu, pelo amor de Deus, que não comece a inventar que eu não tô falando sobre, porque eu não quero falar, pra não ter culpa, porque eu só preciso de um tempo pra poder pensar nisso, que isso é muito novo pra mim também, isso nunca aconteceu comigo”.

    “Aconteceu de tudo um pouco, eu posso afirmar, mas isso, com certeza, nunca aconteceu.”
    Whindersson Nunes comparou a morte da jovem à perda de seu filho e deixou uma mensagem de sentimentos para a mãe da jovem e pediu pela criação de uma Lei Jéssica, para que páginas da web parem de divulgar fake news.

    “Quero falar com a mãe da Jéssica. Eu sou um cara muito problemático, também tento há muito tempo dar sentido à minha vida. Eu tento me curar de abuso psicológico, de abuso sexual na infância. Tô me abrindo aqui de uma forma que eu só me abri pra pessoas que eu me relacionei mesmo, mas pra nesse momento vulnerável aí da senhora eu me mostrar a minha parte mais vulnerável também. Já passei de tudo um pouco na vida, de todo tipo de coisa ruim, mas eu jamais incentivaria ninguém a tirar a própria vida”, disse.

    Mãe de Jéssica desabafa

    Que essa trágica narrativa não fique sem consequências! Inês Oliveira, mãe de Jéssica, a jovem que perdeu a vida após ser erroneamente associada ao humorista Whindersson Nunes por meio das redes sociais devido a uma notícia falsa, desabafou diante deste momento extremamente doloroso.

    Inês compartilhou uma imagem de luto, exibindo a foto de sua filha, e expressou em palavras: “A dor é avassaladora. A saudade é eterna”. Jéssica Vitoria Dias Canedo faleceu na última sexta-feira (22), aos 22 anos, em Araguari, no Triângulo Mineiro, a uma distância de 567 quilômetros de Belo Horizonte (MG).

    Whindersson Nunes, profundamente abalado pela notícia, emitiu um comunicado à imprensa abordando o ocorrido, evocando a perda de seu próprio filho com Maria Lina Deggan, João Miguel: “Estou incrivelmente triste. Voltei ao dia em que perdi meu filho. Ninguém deveria passar pela angústia de enterrar um filho.”

    O perfil Choquei, responsável por divulgar a suposta conversa entre Jéssica e Whindersson, deletou a publicação e emitiu uma nota oficial. Apesar dos esforços para remover a página do Choquei da internet, não houve ação por parte das plataformas digitais.

    spot_img
    spot_img

    últimos posts

    spot_imgspot_img

    Veja mais