terça-feira, julho 23, 2024
spot_img
More

    últimos posts

    O tribunal espanhol rejeita o recurso da defesa, mantendo Daniel Alves em liberdade condicional

    A decisão saiu na quarta-feira (10). O Ministério Público pediu que o ex-jogador voltasse à prisão porque foi condenado por estupro

    O Tribunal na Catalunha, Espanha, disse na quarta-feira (10) que negou os recursos contra a libertação do ex-jogador de futebol Daniel Alves da prisão. Alves saiu da cadeia após cumprir 14 meses de sua pena de quatro anos e meio por estupro.

    O Ministério Público e a defesa da vítima recorreram contra sua libertação da prisão, temendo que ele pudesse fugir. Mas os juízes não estavam preocupados e apenas retiraram o passaporte de Alves, obrigando-o a comparecer ao tribunal todas as semanas.

    Confira: Bora Jogar: A Mais Nova Sensação De Casa De Apostas E Cassino Online No Brasil

    Alves, que jogou pelo Barcelona, PSG e pela seleção brasileira, recebeu uma pena de quatro anos e meio de prisão em fevereiro por estuprar uma mulher no banheiro de uma boate na Catalunha após a Copa do Mundo de 2022 no Catar.

    O tribunal também impôs a ele cinco anos de liberdade condicional, proibiu-o de entrar em contato com a vítima por nove anos e meio e ordenou que ele pagasse €150.000 (cerca de 815.000 reais) em compensação.

    A defesa de Alves queria que ele fosse absolvido, então recorreram do veredicto. O Ministério Público queria uma pena mais rigorosa, então eles também recorreram. Pode levar meses para resolver esses recursos.

    Depois de ir para a prisão em janeiro de 2023, Alves saiu, mas seu clube, o Pumas do México, rescindiu seu contrato. Não está claro se ele voltará a jogar futebol.

    Vale lembrar que ele foi libertado da prisão no final de março após pagar fiança de 1 milhão de euros – aproximadamente R$ 5,4 milhões. Ele foi condenado a quatro anos de prisão, mas já cumpriu pouco mais de um ano.

    O jogador de futebol Daniel Alves deu sua primeira entrevista desde que saiu da prisão em liberdade provisória. Ele passou mais de um ano na prisão na Espanha por acusações de abuso sexual em uma boate e recebeu uma sentença de mais de quatro anos. Mas ele pagou fiança e agora está livre.

    Daniel Alves disse que sua única obrigação é comparecer ao tribunal todas as semanas. “É isso que depende de mim. Também não tenho muito mais a fazer”, disse ele. Depois, acrescentou: “Onde quer que eu vá, eu sobrevivo. Eu me adapto a tudo, porque para mim não é o lugar que faz a pessoa, mas a pessoa que faz o lugar”.

    Saiba mais da carreira de Daniel Alves

    Daniel Alves da Silva, nascido em Juazeiro em 6 de maio de 1983, é um ex-futebolista brasileiro que se destacou como lateral-direito ou meio-campista.

    Com uma impressionante coleção de 43 títulos conquistados, Daniel Alves ocupa o segundo lugar na lista de jogadores com mais troféus oficiais na história do futebol, ficando atrás apenas de Lionel Messi. Seu caminho de vitórias começou com a conquista da Copa do Nordeste de 2002, pelo Bahia, e alcançou seu ápice durante sua passagem pelo Barcelona, onde ganhou a maioria de seus títulos entre 2008 e 2016.

    Além disso, ele teve um papel fundamental na Seleção Brasileira, contribuindo com dois títulos da Copa América, dois da Copa das Confederações e uma medalha de ouro olímpica nas Olimpíadas de 2020 pela Seleção Brasileira Sub-23.

    Entretanto, sua vida fora dos campos foi marcada por um incidente grave. Em dezembro de 2022, Daniel Alves foi acusado de estuprar uma mulher de 23 anos em uma boate em Barcelona. Ele foi preso preventivamente em janeiro de 2023 e, posteriormente, condenado a quatro anos e meio de prisão.

    No entanto, ele conseguiu deixar a prisão em março de 2024 após pagar uma fiança de 1 milhão de euros. Este episódio trouxe à tona uma série de questionamentos sobre sua conduta e deixou uma mancha em sua carreira, mesmo após tantas glórias nos gramados.

    A Jornada de Daniel Alves: Da Roça ao Estrelato

    Nascido em Juazeiro, Bahia, Daniel Alves teve uma infância humilde, marcada pelo trabalho árduo ao lado de seu pai, Domingos Alves da Silva, na roça. Juntos, cultivavam tomate, cebola, melão e alho, enquanto também armavam arapucas para caçar aves, contribuindo para o sustento da família. Desde cedo, o amor de Daniel pelo futebol era evidente, improvisando bolas com sacos plásticos ou meias velhas.

    Durante sua infância, Daniel teve uma breve incursão no mundo do cinema, fazendo uma participação especial no filme “Guerra dos Canudos” (1997), dirigido por Sérgio Rezende. Ele aceitou o papel de figurante em troca de alimentação e uma pequena quantia em dinheiro por dia, descrevendo a experiência como positiva e enriquecedora.

    Em dezembro de 2009, Daniel revelou sua torcida pelo São Paulo e expressou o desejo de atuar pela equipe paulista antes de encerrar sua carreira no Bahia.

    Fora dos gramados, Daniel Alves é conhecido por seu estilo marcante e único, frequentemente atraindo olhares com suas escolhas de moda incomuns.

    Casado por dez anos com Dinorah Santa Ana, com quem teve dois filhos – Daniel e Vitória -, Daniel Alves manteve uma relação amigável mesmo após a separação, com Dinorah continuando a atuar como sua empresária pessoal. Além disso, ele tem um irmão chamado Ney Alves, que é cantor de forró.

    spot_img
    spot_img

    últimos posts

    spot_imgspot_img

    Veja mais