sábado, julho 20, 2024
spot_img
More

    últimos posts

    Gabigol é Suspenso por Fraude em Teste Antidoping Até 2025

    Atacante do Flamengo fica fora dos campos após julgamento por fraude em exame antidoping

    Gabriel Barbosa, conhecido como Gabigol, atacante do Flamengo, enfrenta uma suspensão de dois anos, até abril de 2025, devido a uma tentativa de fraude em um teste antidoping. O julgamento, concluído nesta segunda-feira pelo Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD), durou mais de duas horas, estabelecendo a pena que começa a vigorar desde a coleta dos exames no ano passado. A decisão, apertada por um placar de 5 a 4, ainda permite recurso à Corte Arbitral do Esporte (CAS).

    De acordo com o regulamento antidopagem, a suspensão se inicia em 8 de abril de 2023, data da coleta dos exames no Centro de Treinamento do clube, apesar da atividade contínua do jogador no último ano. Com a possibilidade de uma suspensão estendida para quatro anos, a penalidade atual se estabelece até abril de 2025, considerando-se a comprovação de “circunstâncias excepcionais” para a redução da pena, como estipula o Código Brasileiro Antidopagem.

    Confira: Brasileiros Em Destaque No Ranking Mundial De Promessas Do Futebol

    O caso ganhou destaque pela “demora substancial” entre a coleta dos exames e a formalização da acusação, que ocorreu no final do ano passado. Gabigol foi acusado segundo o artigo 122 do Código Brasileiro Antidopagem, referente a “fraude ou tentativa de fraude de qualquer parte do processo de controle”, prevendo até quatro anos de suspensão.

    Durante o julgamento, a defesa do atacante apresentou o testemunho do bioquímico LC Cameron, especialista em métodos de detecção de exames antidoping. Cameron argumentou que, do ponto de vista dos resultados da coleta, não haveria violação. Este ponto foi crucial para a argumentação da defesa, que busca demonstrar a inexistência de irregularidades no processo.

    Entenda a situação do caso

    Gabigol foi representado pela equipe de advogados de Bichara Neto, conhecida por defender casos de alto perfil, incluindo o do jogador Paolo Guerrero. A defesa contou também com o apoio de Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, sinalizando o envolvimento direto do clube no recurso à Corte Arbitral do Esporte, na Suíça, que julgará o caso.

    A denúncia contra Gabigol se baseou em um comportamento inadequado durante a realização do teste surpresa de antidoping em abril de 2023, no CT Ninho do Urubu.

    Segundo relatos, o atacante teria retardado o exame e desrespeitado os procedimentos, configurando uma tentativa de fraude conforme o artigo 122. Em defesa, o Flamengo e a equipe de Gabigol argumentam a inexistência de fraude, prometendo recorrer da decisão.

    Nota Oficial do Flamengo

    A nota oficial do Flamengo expressa surpresa e insatisfação com a decisão, reforçando o compromisso em auxiliar o atleta no processo de apelação. A direção do clube, junto à equipe de defesa, trabalha para reverter a situação, evidenciando a complexidade dos procedimentos de controle antidoping e as implicações legais envolvidas.

    Leia a nota na íntegra: “O Clube de Regatas do Flamengo, tomando conhecimento do resultado do julgamento do seu atleta Gabriel Barbosa, no sentido de aplicação de pena de suspensão de 2 anos, até abril de 2025, por 5 votos pela condenação e 4 pela absolvição, vem a público dizer que recebeu com surpresa a referida decisão e que auxiliará o atleta na apresentação de recurso à Corte Arbitral do Esporte (CAS), uma vez que entende que não houve qualquer tipo de fraude, nem mesmo tentativa, a justificar a punição aplicada.”

    Depoimento de Gabigol

    Gabigol, por sua vez, manifestou confiança na reversão da punição, reiterando nunca ter utilizado substâncias proibidas e destacando sua conduta íntegra ao longo da carreira.

    “Gostaria de falar e esclarecer o julgamento que ocorreu hoje, no qual fui suspenso por uma suposta tentativa de burlar um teste antidoping. Apesar do meu respeito pelo Tribunal, reitero que nunca tentei obstruir ou fraudar qualquer exame, e confio que serei exonerado pelo tribunal superior.

    Desde o início da minha carreira como jogador de futebol, sempre segui as regras do jogo e nunca usei substâncias proibidas. Já fui submetido a dezenas de testes, todos sempre negativos, o que reforça meu compromisso com meu Clube e com os fãs brasileiros.

    Estou decepcionado com o resultado do julgamento, mas continuarei a cooperar com as autoridades esportivas e estou confiante de que minha inocência será provada e restaurada pelo tribunal superior.

    Agradeço a todos por este momento difícil”, diz Gabriel Barbosa.

    A defesa de Gabigol busca demonstrar sua inocência, argumentando a ausência de intenção em fraudar o teste e a confiabilidade dos resultados negativos apresentados em exames anteriores. Com o apoio do Flamengo, espera-se que o recurso ao CAS traga uma nova perspectiva ao caso, potencialmente revertendo a suspensão e permitindo que o atacante retorne aos campos.

    O recurso à Corte Arbitral do Esporte representa uma última esperança para Gabigol e seus apoiadores. A instância superior do esporte mundial tem a capacidade de reavaliar o caso sob uma nova luz, levando em consideração as nuances do processo de coleta de amostras, o comportamento do jogador e as evidências apresentadas pela defesa. A expectativa é que essa apelação não apenas clarifique a situação de Gabigol, mas também contribua para aprimorar os protocolos antidoping no futebol, assegurando que atletas sejam julgados de maneira justa e equitativa.

    spot_img
    spot_img

    últimos posts

    spot_imgspot_img

    Veja mais