terça-feira, julho 23, 2024
spot_img
More

    últimos posts

    Alerta Tsunami no Japão: Brasileiros recebem aviso urgente na TV

    Itamaraty se manifesta, assegurando solidariedade e falta de informações sobre brasileiros afetados

    Uma emissora de TV japonesa emitiu um alerta aos brasileiros sobre os riscos de tsunami após um terremoto de magnitude 7.6. O anúncio da Sun Television, escrito em português, insta as pessoas a “fugirem pela sua vida”.

    O governo do Japão emitiu um alerta para o risco de tsunami na costa oeste do país após uma série de terremotos na região. Rússia, Coreia do Norte e Coreia do Sul também emitiram alertas de tsunami em seus territórios, em resposta aos tremores. Há relatos de danos significativos, incluindo o desabamento de um prédio, resultando na trágica morte de um homem preso nos escombros, conforme informou a rede de TV japonesa NTV.

    Confira: Por que Bolsonaro se tornou inelegível? Entenda o caso

    A brasileira Suellen Hayashi, residente em Fukui, Japão, compartilhou sua experiência de terror durante o terremoto em uma entrevista à GloboNews. Ela descreveu o momento em que preparava a mesa para celebrar o Ano Novo com sua família quando o tremor começou. Felizmente, ela e sua família conseguiram se abrigar a tempo, escapando sem ferimentos.

    O governo brasileiro expressou solidariedade ao Japão pelas vítimas, danos e impactos causados pelo forte terremoto. Até o momento, não há notícias de brasileiros mortos ou feridos. O Itamaraty, por meio de sua embaixada em Tóquio e consulados-gerais no Japão, está em contato com a comunidade brasileira no país e autoridades locais.

    O levantamento do Ministério das Relações Exteriores indica que 207 mil brasileiros vivem no Japão, conforme dados de 2022.

    Saiba mais sobre os Terremotos em Tokyo

    O Japão está situado no Círculo de Fogo do Pacífico, uma região caracterizada pela frequente atividade sísmica e vulcânica. Isso ocorre devido à extensa área de interação entre as placas tectônicas ao longo da costa do Oceano Pacífico. No caso do terremoto de Fukushima, a causa primária está relacionada à zona de contato entre duas dessas placas tectônicas. Devido à alta instabilidade tectônica, essas placas colidiram, desencadeando um poderoso tremor de terra.

    Apesar de os tremores de terra serem eventos bastante comuns no Japão e integrarem a rotina da população, sua previsibilidade é desafiadora, resultando muitas vezes em danos significativos tanto materiais quanto humanos. No contexto do terremoto de Fukushima, a magnitude da força liberada pelo choque das placas tectônicas locais foi excepcionalmente intensa, tornando este terremoto o mais potente já registrado no Japão.

    spot_img
    spot_img

    últimos posts

    spot_imgspot_img

    Veja mais